O Workshop MIT – Moda, Informação e Transformação – lança a segunda edição do concurso Ready to Go destinado aos novos talentos, que integram o estande coletivo patrocinado pelo Sindivest- MG no Minas Trend.

As marcas selecionadas, através de curadoria do TS Studio, para o lançamento do inverno 2014 são Organza, Amour, Amicci, Heaven e Lu Pessanha. A Anne Est Folle, Lucas Magalhães, Auá Mais, Virgílio Couture, Thays Temponi, Jardin, Laví continuam participando do coletivo e do concurso, já que o objetivo do Sindivest é, além de dar oportunidades a novos nomes de se inserirem no mercado, prepará-los, durante três edições da feira, para participarem do evento, futuramente, em um espaço próprio. O vencedor receberá um estande individual para o evento na temporada verão 2015. Foi o que aconteceu na edição passada com a Llas, das irmãs Laura e Lorena Andrade, vencedora do Ready to Go, que apresentará a sua coleção inverno 2014 na Minas Trend, que começa dia 8 de outubro, no Expominas.
O júri do concurso será formado por jornalistas especializados em moda e formadores de opinião ligados ao setor.
São vários os exemplos de marcas de sucesso, que iniciaram suas trajetórias nos estandes coletivos patrocinados pelo Sindivest e se destacaram no universo da moda, entre elas Patrícia Bonaldi, Fabiana Milazzo, Reffinata, Clair, entre outras.

Coleções do coletivo Índios
O estilista Lucas Magalhães flerta com as manifestações simbólicas e estéticas das tribos indígenas brasileiras, com uma cartela que prioriza os tons de jenipapo, urucum e algodão. A peça chave é a jaqueta bomber. A introdução de uma coleção cápsula masculina surge como novidade.

Palácios da Índia

Thays Temponi se inspira na arte, nas joias e na opulenta arquitetura dos palácios do Rajastão, na Índia, berço dos grandes marajás. A grandeza e a opulência dessas edificações se refletem nos bordados hand made impactantes, feitos com cristais, pedrarias, fitas e linhas. Vestidos de festas sensuais e sofisticados, construídos em materiais nobres, se destacam em cores exuberantes como vermelho rubi, verde esmeralda, azul safira e burgundy. Oposições e sobreposições A Anne est Folle apresenta a coleção

Oposições e Sobreposições.

Na qual explora volumes e texturas, cortes retos, uma variedade de golas, bolsos enormes e mangas diversas – sequinhas ou em gomos, amplas, ombros caídos. As saias são longas, às vezes trespassadas, e os vestidos longos e amplos, em seda. Os tecidos passeiam pelas popelines, cetins de seda, linho rústico – vão da austeridade de uma tela de algodão ao brilho e pompa do brocado. Imagens pintadas à mão se opõem à estampas minimalistas digitalizadas. A coleção tem ainda técnicas de bordados em blanc sur fond blanc, fios finos, découpage, collage. Virgílio Couture O universo e a delicadeza das mulheres ilustradas por Alphonse Mucha serviram como ponto de partida para a criação da coleção. As peças misturam informações do art nouveau com a estética grunge. O street festa da marca é composto por vestidos longos/curtos/midis; saias e t-shirts misturam referências da linha festa com o dia a dia. O forte é o mix de estampas com rendas e bordados tradicionais.

Jardin/Chinatown

A Jardin se inspirou na cultura milenar da China, destacando a tradicional porcelana chinesa em seu trabalho. Outra referência é o filme Amor à flor da pele (In the mood for Love), de 2000, do premiado diretor Wong Kar-Wai, que retrata uma história de amor passada em Hong Kong, em 1962. A marca explora a pintura das porcelanas na estamparia e nas formas das peças, lado a lado com as fotografias do filme de Kar-Wai. O xadrez é outro padrão que aparece nas estampas. A cartela de cores aposta no preto, branco, off white, nude, rose, magenta, marinho e azul denin. Os tecidos são chiffon de seda com algodão, crepes, veludo, tweeds, couro ecológico, cambraia de algodão maquinetada. Tricôs e matelassês se destacam nas texturas.

Júri

O júri responsável pela premiação analisará, criteriosamente, as coleção das marcas participantes a partir dos seguintes critérios: criatividade, qualidade, aposta de mercado.

O Workshop MIT – Moda, Informação e Tranformação – é uma realização do Sindivest – MG, com apoio da Fiemg, e organizado pelas empresas TS Studio, Salamandra Comunicação e Marketing e 221 Consultoria. Promovido há quatro edições, o evento tem o objetivo de abrir um espaço de relacionamento entre as empresas e os setores dessa área. A proposta é criar comunicação integrada entre os segmentos da cadeia produtiva, possibilitando um espaço para debates, compartilhamento e negócios através de palestras, mesas redondas, oficinas e cases de sucesso.

Por favor, avalie!